Como escolher a hélice do barco?

  • 18 / set / 2018

  • Postado por: Náutica Gold Fish

  • 0 COMENTÁRIOS

                           

 

A hélice do barco é essencial para o rendimento de qualquer motor. Uma escolha equivocada pode fazer com que haja uma sensível perda de potência, o que definitivamente não é o objetivo do dono da embarcação.

 

 

Entretanto, o contrário também é realidade: uma boa escolha pode ajudar a diminuir a perda de força do motor e aumentar o prazer de condução, trazendo mais “vigor” para seu antigo modelo.

 

 

Neste post, apresentaremos alguns dos aspectos mais importantes a serem levados em consideração na hora de escolher o modelo de hélice para sua atividade e embarcação. Esperamos que esse material seja de grande ajuda!

 

 

Pronto para saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!

 

Número de pás e eficiência do deslocamento

 

 

A quantidade de pás na hélice afeta diretamente a eficiência do deslocamento na água. E, quanto maior for essa eficiência, melhor será a performance.

 

 

Geralmente, quanto menos pás, maior será a eficácia. Portanto, os modelos de hélices que apresentam somente duas “palhetas” são os que apresentam maior velocidade final. Entretanto, o aumento da vibração e a menor aceleração são pontos negativos dessas hélices, que costumam ser instaladas apenas em veículos aquáticos de competição.

 

 

Para a maioria dos passeios comuns — que envolvem pesca esportiva e entusiastas no geral —, o número recomendado é de três pás. Em quantidades maiores, perde-se rendimento dentro da água mas ganha-se aceleração e manobra (essenciais para quem navega em águas agitadas).

 

 

Material e performance

 

 

Agora chegamos ao segundo ponto mais importante: o material da hélice. As hélices em alumínio acabam sendo o padrão da indústria náutica. Inclusive, esses modelos são os mais vendidos no mundo — em especial os de três pás. As peças nesse material garantem melhores acelerações, mas quase sempre pecam no empuxo obtido.

 

 

Para quem procura mais força, o aço inox pode ser uma opção melhor. Com esse material, velocidades maiores e um melhor desempenho do motor do seu barco podem ser alcançados.

 

 

É importante lembrar que, em alguns modelos, pode haver levantamento da proa, o que é essencial para diminuir o arrasto dentro da água — outro elemento relevante para quem busca uma boa performance.

 

 

As hélices em aço inox ainda apresentam maior durabilidade em comparação com os outros modelos de alumínio, garantindo maior custo-benefício.

 

 

Tipos mais comuns de hélices para barcos

 

 

Agora que você já entende um pouco mais sobre importância de escolher o número de pás e o material certo para as hélices chegou o momento de conhecer alguns dos modelos mais comuns do produto.

 

 

Cada opção apresenta diferenças na geometria das pás e, como é esperado, cada uma dessas modificações altera o comportamento do barco na água. Saiba um pouco mais sobre os tipos disponíveis:

 

 

Hélices TR

 

 

As hélices do tipo TR são as mais tradicionais. Sua geometria é a mais conservadora, com ângulos arredondados. Elas são ideais para barcos de serviço ou destinados ao lazer (para a prática de pesca embarcada, por exemplo) e que apresentam motores de média e alta potência. Os modelos costumam contar com três ou quatro palhetas.

 

 

Hélices PV

 

 

Essas hélices apresentam geometria semelhante à do tipo TR. Contudo, os ângulos das pás costumam ser ligeiramente mais agressivos, resultando em um modelo que enfoca a performance. É ideal para motores potentes e de alta rotação. Elas são fabricadas com quatro a seis pás.

 

 

Hélices RA

 

 

Por fim, existem as hélices do tipo RA, que apresentam a geometria mais agressiva de todas. Com ângulos pequenos, são perfeitas para motores potentes e de alta rotação. Sua fabricação é feita somente em liga de alta resistência e ela diminui o arrasto da embarcação ao máximo, garantindo excelentes velocidades.

 

 

Seja qual for sua escolha, não se esqueça de ter um modelo idêntico a bordo. Apesar da sua qualidade, as hélices podem quebrar ou ter problemas durante viagens mais agitadas,demandando troca emergencial. Por isso, evite trafegar sem ter uma reserva.

 

 

Gostou do conteúdo sobre a escolha da hélice do barco? Que tal uma leitura complementar? Veja o nosso post com 3 mitos sobre náutica e primeiro barco que você precisa saber para aumentar ainda mais seus conhecimentos!

 

 

 

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

PUBLICAÇÃO MEDIANTE APROVAÇÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ROD. CELSO GARCIA CID,887/PR-445/ENTRE LONDRINA E CAMBÉ-PR
  • Entre em contato
  • Televendas: (43) 3174 1515
  • Wpp vendas: (43) 99170-4099 / 99120-3141
  • Wpp peças: (43) 99142-5152
  • Vivo: (43) 99145-0585 / 99130-0586
  • Tim: (43) 99652-5000 / 99928-1510